TODAS AS CRIANÇAS DEVEM USAR DENTIFRÍCIO FLUORETADO DE PELO MENOS 1000 PPM DIARIAMENTE: RECOMENDAÇÃO DA ABO-ODONTOPEDIATRIA

risoA abo-odontopediatria (Associação Brasileira de Odontopediatria), ciente de sua missão como entidade formadora de opinião sobre a saúde bucal em crianças e adolescentes, procura basear suas diretrizes e recomendações nas melhores evidências científicas disponíveis. Apesar de todos os esforços, a cárie dentária permanece como um importante problema de saúde pública, e as evidências científicas disponíveis nesse momento indicam que um importante fator para sua prevenção é a utilização diária de dentifrício fluoretado com 1000 ppm de flúor desde a erupção do primeiro dente. Não existe nenhuma outra intervenção que apresente os mesmos benefícios dessa simples medida domiciliar. A recomendação anterior de que crianças menores de 6 anos deveriam usar dentifrício fluoretado de baixa concentração ou mesmo sem flúor foi superada pelas inúmeras pesquisas que apresentam fortes evidências científicas do benefício da utilização de dentifrício com 1000 ppm de Flúor. Cuidados simples são efetivos para diminuir o risco à fluorose dentária. O mais importante é controlar a quantidade utilizada do dentifrício (o ideal é apenas uma lambuzadela na escova) e, para as crianças menores, saber que a responsabilidade e o cuidado com a quantidade é sempre dos pais e/ou cuidadores. Considerando esses aspectos, a abo-odontopediatria defende o uso de dentifrício fluoretado com 1000 ppm para TODAS as crianças, independentemente da idade. Para oferecer a melhor evidência cientifica no tratamento odontopediátrico, a abo-Odontopediatria mantém em constantemente atualização seu manual de referência para procedimentos clínicos. Essa publicação é uma boa fonte de atualização aos clínicos e segue todo rigor de uma analise critica e aprofundada da literatura cientifica disponível. As mais recentes recomendações para o uso de dentifrício fluoretado e as estratégias para controle da cárie e da fluorose dentária podem ser facilmente encontradas nessa publicação. Além disso, frente ao amplo acesso à informação científica atual é inconcebível que conceitos ultrapassados sejam veiculados à população. Também não é aceitável que essa evidência construída com base em inúmeros estudos e, portanto, generalizável para a população, seja substituído por experiências e/ou práticas individuais observadas em clínicas isoladas ou mesmo em casos da própria família. A ciência existe para que seus resultados sejam de fato postos em prática. Por fim, reafirmamos que a abo-Odontopediatria indica para todas as crianças o uso diário de dentifrício fluoretado com 1000 ppm de flúor.

Download mp3